Review BOITEMPO “A Categoria do Outro: o olhar de Simone de Beauvoir e Grada Kilomba”

“mulheres negras,(…) não são nem brancas, nem homens, e exercem a função de o “outro” do outro. (…) Grada Kilomba além de mostrar que mulheres possuem situações diferentes, rompe com a universalidade em relação aos homens também mostrando que a realidade dos homens brancos não é a mesma da dos homens negros, que também em relação a esses deve-se fazer a pergunta: de quais homens estamos falando? Reconhecer o status de mulheres brancas e homens negros como oscilante nos possibilita enxergar as especificidades e romper com a invisibilidade da realidade das mulheres negras.”

Artigo sobre Grada Kilomba por by Djamila Ribeiro (Brasil, 6.Abril.2016)

 

Hinterlasse eine Antwort

Deine E-Mail-Adresse wird nicht veröffentlicht. Erforderliche Felder sind markiert *